Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Educação e Sociedade’ Category

26 de outubro de 2014. As eleições presidenciais acabaram e a Senhora Presidente Dilma Rousseff foi reeleita. Lamento profundamente que o governo PT fique mais 04 anos no poder, somando seus 16 anos à frente da nação brasileira.

Como cristã reformada, repudio o fato de uma mulher governar. Repudio sua aprovação à Lei Anti-palmada, que impede pais de disciplinarem seus filhos. Repudio sua disposição em custear com dinheiro público a morte de milhares de bebês que agora podem ser abortados pelo SUS (dando total abertura à discussão da descriminalização do aborto). Repudio seu apoio à prática do homossexualismo e que tome uma pessoa desse ‘naipe’ para representar a juventude brasileira (sinceramente ele NÃO me representa). Repudio sua arrogância e olhos fingidos à corrupção e criminalidade que grassam em nosso país. Por essas e outras não votei e jamais votarei na Senhora Presidente.

Eu confesso que fico me perguntando pra que todo aquele estardalhaço de “O Gigante Acordou”, ano passado e que moral o povo brasileiro tem, a partir de agora, de querer exigir alguma mudança ou alguma integridade de seu governo?

Ok, já falei a minha indignação perante a decisão da maioria. Fico na retaguarda, em oração para que Deus abra os olhos aos cegos… civilmente e, principalmente, espiritualmente…

E por falar em espiritual, vocês devem ter se assustado com o título do meu post de hoje, não é? E onde cabe Jesus Cristo nesse meu texto?

Sabe o que é?! Eu passei o dia hoje fazendo duas coisas (além da Adoração Solene): orando pra que Deus tivesse misericórdia da nossa nação e pensando sobre a atitude dos cristãos nas redes sociais. Não quero entrar no mérito da discussão dos cristãos que votaram em A ou em B. O que eu gostaria de salientar é o forte empenho e entusiasmo que nós, cristãos, demonstramos em apresentar nosso favoritismo às ideologias de determinados candidatos.

Foram tantas compartilhadas de cartazes, de textos, de reportagens, tantas curtidas… e eu fiquei me perguntando se temos esse mesmo entusiasmo por anunciarmos Jesus Cristo aos nossos amigos e parentes que estão listados em nosso facebook, whatsapp e por aí vai.

Gosto muito da frase do ‘Dudu’ Campos (que aliás era meu candidato em potencial, mas Deus não quis assim) que diz: “…política a gente faz com ideias. As ideias podem ser piores ou melhores, mas quem julga isso são os cidadãos.”. Tentamos alertar o Brasil das más ideias do PT, mas podemos libertar o Brasil com a Verdade que é Cristo. E esta é a nossa PRINCIPAL missão aqui nesta terra.

Então meu clamor é que tenhamos o máximo empenho (muito mais do que merece qualquer partido político) e que sejamos velozes em anunciar Jesus Cristo, como sendo Ele muito mais do que um candidato político, afinal, Ele é a Verdade que liberta. Ele é a Luz do Mundo e quem O segue, não andará em trevas.

E continuemos em oração, que Deus tenha misericórdia da nossa nação.

Read Full Post »

EDUARDO_FAMILIAEm meados de Agosto, Eduardo se foi. Dizem que com ele se foi o sonho de muitos brasileiros. Embora fosse uma eleitora que admirava o trabalho do ex-governador de meu estado, confesso que não dependia/dependo dele para sonhar com algumas coisas boas para minha nação. Mas não quero entrar no mérito da discussão política. Meu foco aqui é outro: família.

Não foram poucos que expressaram nas redes sociais, nas conversas informais e até nos discursos bem elaborados o quanto Eduardo era um homem ‘de família’. Sua atenção especial aos filhos e a forma como sempre expressava seu amor por D. Renata foi notório e aplaudido em todo país… Aplaudido? Mas como algo que deveria ser ‘normal’ foi aplaudido como sendo uma atitude rara?

Fiquei triste com a morte de Eduardo (e dos seis outros tripulantes); senti profundo pesar pelos seus familiares; mas fiquei muito mais entristecida em constatar como a família se tornou rara em nossos dias. É verdade… hoje é raro encontrar homens que amem as suas esposas e delas cuidem; pais que zelem pela admoestação e disciplina dos filhos; maridos que prezem pela condução da família de modo especial (e antes de trabalho ou qualquer outra atividade que seja); mulheres que sejam zelosas pelo seu esposo e filhos…

E são homens como esses que precisamos para governar bem o país. Mas, se isso é raro e se o Brasil só valoriza quando perde, num estado de torpor e apenas admirando a raridade, que se pode esperar, senão vergonha?

Talvez alguns despertem e entendam… Não era o sonho de Eduardo que era maior. Não era a necessidade de perseverar pelo Brasil. Era a base sólida, era o modelo de família que transparecia o líder nato que poderia ter governado o Brasil dignamente. É uma excelente estratégia, se quisessem mudar o Brasil.

Read Full Post »

10521375_4429028340473_4436075050703304256_nEu gosto de pensar. Eu gosto de andar pensando… e frequentemente eu me pego descobrindo a Bíblia no meu cotidiano. Hoje não foi diferente… Indo pra manicure, no meio do caminho, pensei que já é o segundo livro sobre família que leio e me sinto incapaz.

Eu tenho dois sobrinhos maravilhosos. E minha sobrinha sempre que pode passa dias conosco, aqui em casa. Não raras vezes eu me pego fazendo cafuné na sua cabecinha, enquanto ela está deitada no meu colo assistindo e eu fico pensando: ‘como é difícil educar uma criança’!!

Daí surge aquela sensação de ser incapaz de criar filhos se não for junto de um marido que seja verdadeiramente fiel a Deus. E mais ainda, incapaz se não for dependendo de um Deus que governa sobre todas as coisas e que é o nosso refúgio.

E aqui e acolá, enquanto olhava se vinha carro antes de atravessar a rua, aquele estalo na mente… “quando sou fraco, então, é que sou forte”. É incrível como sabemos tanto da teoria, mas esquecemos de contextualizar. É claro que Paulo se referia a perseguições, prisões, algemas… e então, mesmo nessas situações de fraquezas, ele era forte.

Mas nós também. Não é preciso estar num contexto adverso. Até mesmo naqueles que somos chamados a fazer, nos sentimos fracos. E, quando reconhecemos a nossa fraqueza e a nossa incapacidade, então entendemos que dependemos totalmente do Senhor. Ele nos dá a força que nem achávamos que teríamos. E aí educamos filhos pra glória de Deus.

Que na minha fraqueza, Ele me torne forte para que meus filhos façam diferença. É a minha oração, sempre.

p.s.: Este não é um post ‘deprê’, mas é um post bem realista!!

Read Full Post »

in loveAmor se materializa! Passei minha adolescência ouvindo isso. Tanto é que muitos ‘eu te amo’ ouvidos/lidos perdiam sentido para mim, quando comparava com a prática.

Essa semana, lembrei e admirei o amor de muitas pessoas. Vi um marido abotoando os botões da manga da blusa da esposa, no elevador do trabalho (a gente sempre precisa de ajuda pra abotoar esses botões)… Imediato a isto, passei a me lembrar de muitos amigos de facebook que postam fotos de suas amadas com legendas afáveis (as mulheres também o fazem), tal qual a do marido de Provérbios 31 que disse à sua esposa que muitas mulheres procedem virtuosamente, mas a dele, à todas sobrepuja; lembrei também daqueles maridos que, mesmo cansados da labuta diária, reservam momentos em casa para o diálogo com suas esposas e para ajudá-las nas tarefas domésticas, em obediência à 1 Pedro 3.7 que enfatiza a importância de que os homens vivam a vida comum do lar…

Num mundo conturbado e cada vez mais individualista, ainda podemos ver o amor se materializar. E quando isso acontece no âmbito familiar, que é muitas vezes esquecido, fica mais fácil exalar amor lá fora, até mesmo por desconhecidos!!

#sóacho

Read Full Post »

Essa semana peguei-me pensando neste tão famoso ditado popular: ‘dize-me com quem andas e eu te digo quem tu és’. Como a maioria dessas frases de ‘efeito’ vem do mundo, confesso que analiso muito quais concepções estão por trás disto, até que eu me aproprie (ou não) desses provérbios em meu vocabulário.

Assim sendo, não adquiri este dito por razões abaixo relacionadas:

1 – Jesus Cristo andou com pecadores: sonegadores de impostos, prostitutas, fariseus… Ele veio para estes. Ele andava com pessoas assim, mas em momento nenhum Ele era ou se tornou um deles.

2 – Sempre ouvi de sábios conselheiros: ‘não seja influenciada. Influencie!!’. Sempre cuidei em fazer o bem às pessoas ao meu redor. Ser boa companhia e ajudar sempre que possível.

3 – É preciso ser suporte uns aos outros. Ora, ser suporte implica que o mais forte ajude o mais fraco. Dificilmente darei as costas a quem precisa de mim. Não é do meu feitio esse tipo de atitude, ainda que os outros olhem torto para mim.

4 – Jesus mandou que sejamos luz e sal da terra. Não há necessidade ser luz em ambiente claro e nem pôr sal em comida apetitosa. Implica estar com quem precisa de nós, com quem precisa ver Cristo em nós.

Não seja influenciado. Influencie!

Read Full Post »

crônicasdasurdezDia desses a minha cunhada (a famosa Pitadinha) me marcou em uma publicação do Instagram que citava o livro Crônicas da Surdez. Por causa do blog, Juliana acaba conhecendo outras blogueiras e descobrindo coisas muito bacanas mesmo. Não deu outra… não sosseguei enquanto não comprei o livro e… pasme, comprei ontem e já terminei a leitura.

Todo mundo sabe que sou ciumenta com meus livros, mas esse, em especial, é um livro que se eu pudesse, emprestaria a TODAS as pessoas que convivem comigo (tá… vou começar emprestando ao papai e à mamãe, se eles se interessarem), porque o livro realmente ajuda a entender o mundo de quem é surda oralizada, como eu sou!!

Mas como só tenho um livro e fica inviável emprestar a todo mundo (até porque meu ciúme com meus livros não foi extinto, ahahah), eu quis deixar dito aqui para vocês adquirirem. Certeza que compreenderão muito de quem eu sou, inclusive, talvez me acharão menos metida do que aparento ser, hahahaha!

Ah, obrigada pela indicação, cunhada.

Boa leitura.

Referência: PFEIFER, Paula. Crônicas da Surdez. São Paulo: Plexus Editora, 2013.

Read Full Post »

Ontem, por ocasião dos 496 anos da Reforma Protestante, eu publiquei no meu facebook que estava estupefata com um grande número de evangélicos que estava comemorando um evento histórico que fora desencadeado por doutrinas das quais eles levantam a bandeira contra. Não consigo compreender como pessoas que crêem em dons de línguas, por exemplo, comemorem quando Lutero e tantos outros reformadores diziam “Sola Scriptura”, ou ainda outros que não compreendem a salvação pela graça somente, estejam vibrantes pelo “Sola Gratia” que eclodiu a Europa após Lutero publicar as 95 teses que revolucionaram a história da Igreja e serviram de encorajamento a tantos outros grandes nomes da história da Igreja, como Calvino, Zwinglio, John Knox, Spurgeon, Watson e tantos outros…

Bom, mas isso não vem ao caso agora. O fato é que na minha postagem eu postei que se fossem comemorar o halloween, seriam menos cínicos. Tsc tsc tsc… pra que? Sempre tem alguém que não gosta do jeito como falo (com razão!!) e, nesse caso, acabo recebendo alguma notificação inbox. Não tenho problemas em pedir perdão. Ofendi… não faço mais do que minha obrigação em pedir perdão. Mateus 18 faz muito sentido na minha vida. Mas o que ninguém sabe é que, enquanto pedia perdão, eu sentia no meu coração: eu também sou cínica em muitas situações. Deixe-me explicar:

SustoDos tantos significados de cinismo (via Houaiss), uso sempre aquele que diz respeito ao ser hipócrita. Se você acompanha meus textos, vai ver que no post passado eu falei que Jesus está equivocado todas as vezes que Ele diz uma coisa e eu faço outra. Isso é pura hipocrisia, puro cinismo. E convenhamos… Quem nunca se envergonhou numa oração com Deus pelos pecados cometidos conscientemente (aqueles que você sabe que são pecados e, mesmo assim, insiste em cometê-los)?

Falando sério, esse não é um post de justificativa de nada… É apenas um modo de dizer que eu entendo quando Paulo disse que era o principal dos pecadores (1 Timóteo 1.15). Eu também me sinto a pior das pecadoras, quando em oração a Deus, contrição e arrependimento dos meus pecados eu noto quão cínica eu sou em saber a Verdade e mesmo assim desobedecê-la. Eu fico estupefata com meu cinismo.

Vale ressaltar que aqui reside um ponto crucial… Não basta reconhecer o cinismo. É preciso lutar contra ele, isso é crescer em santificação, isso é desenvolver a salvação com diligência. Que Deus nos capacite para tal.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: