Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \12\UTC 2012

Hoje recebi a indicação de um texto publicado no campo da medicina sobre a questão do aborto de bebês deficiente ou cujos pais não desejem. Pensei com meus botões: ‘a tendência é SEMPRE piorar, tá escrito!!!’. Primeiro se legaliza o aborto de anencéfalos, depois se legaliza qualquer aborto, depois legaliza até a morte de bebês deficientes ou indesejados. O feedback do meu cérebro foram 2:

1 – Lembrei-me das aulas do curso de pedagogia da UFPE em que minha professora relatava um pouco da situação das crianças no Brasil colonial. As negras e deficientes eram consideradas pela Igreja como sem alma, logo, impossibilitadas de receberem educação.

2 – Lembrei-me que não é do Brasil Colônia que se considera os deficientes como ‘sem alma’, é mesmo até dos tempos que Jesus estava na terra como Homem, a sociedade associava a deficiência ao pecado. João 9.1-3 diz: “Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou os seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus”.

Conclusão: o anencéfalo é deficiente (é bem diferente de morte cerebral, como um amigo meu questionou) e não cabe a homens querer ceifar a vida que Deus deu a seja lá quem for. Se admitirmos isso, devemos admitir a morte de down’s, de idosos e outros deficientes que não podem contribuir ativamente para a sociedade, como pensava Hitler.

#reflitam

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: