Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \29\UTC 2015

Deus de perto

mulher praiaTanto tempo sem escrever. Honestamente… escrever era minha última vontade nos últimos meses. Eu pensei por esses dias que temos vivido tempos em que todos são perfeitos. As redes sociais estão aí, esbanjando fotos de viagens perfeitas, status que jorram felicidade e ninguém tem nada adverso acontecendo.

Em contrapartida, a maioria dos blog’s falam em terceira pessoa. O ruim só acontece com o outro, a gente é perfeito e está aqui para aconselhar, mas não somos pegos por adversidades, tá tudo bem!!!

E foi nesse emaranhado de falsidade que fiquei perdida. Escondi-me dentro da gruta e não saia uma palavra sequer que eu pudesse falar aqui. Depois de muito tempo, cá estou para contar que TODOS NÓS, absolutamente, falhamos.

Foi um momento terrível na minha vida, confesso!!! Senti-me igualzinha a Jonas: desobedeci a Deus, desci para Jope, desci para o navio, desci para o porão, desci para o ventre de um grande peixe, desci para o fundo do oceano. Desci… desci… desci… Até que pudesse clamar a Deus e ser vomitada pela sua graça, na praia!!

Mas o interessante, é que mesmo nesse momento sombrio de minha vida, eu conseguia ver o cuidado de Deus para comigo. Nunca duvidei de ser a Sua filha, porque mesmo em profundo abalo emocional e espiritual, eu conseguia enxergar nas mínimas coisas o seu cuidado, providenciando tudo aquilo que era necessário para que eu saísse daquela condição.

O que eu queria dizer aqui, hoje, é que não foi fácil… não está sendo fácil. Cheguei a pedir ajuda a algumas pessoas (muitas delas bem próximas, é verdade), mas não obtive nenhuma ajuda pessoal… Talvez apenas em oração, o que não deixa de ser um auxílio para mim.

Mas por outro lado, é válido lembrar a você (e principalmente a mim) que Deus não é Deus somente de longe, mas é Deus de perto, e Ele está com aquele que tem o coração contrito e abatido. Ele nos guia pelo vale da sombra e da morte. Ele nos conduz, nos anima mesmo nos momentos que não consigamos enxergar nada a não ser uma grande névoa branca inexplicável.

Ele foi, é e continuará sendo o meu auxílio e meu Deus. Nele tenho buscado a força para atravessar este difícil momento. Como bem disse John Bunyan (no livro “Graça Abundante ao Principal dos Pecadores” – Ed. Fiel), há aqueles dias de deleite, mas vez ou outra o desânimo insiste em aparecer… contudo, eu sei quem é o que me guarda e sei que, nEle, toda minha vida está guardada.

Que Ele nos console dia a dia e nos dê sabedoria para fazermos tão somente a sua vontade. Que a graça seja abundante na minha vida, graça sobre graça pra enfrentar os meus temores. E que eu volte a escrever mais vezes, afinal, sinto saudade!!

Ps.: Eu agradeço ao meu Deus que tem enviado pessoas constantemente para me lembrar de coisas que eu passei a vida inteira sabendo na teoria e agora preciso aplicar na prática.

Ps.2: Eu agradeço aos que oram por mim e aos que tem demonstrando preocupação.

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: