Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Poesias’ Category

Perdoar ou pedir perdão?
Quem perdoa mostra que ainda crê no amor.
Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê.
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais.
É sempre importante saber que: Perdoar é o modo mais sublime
de crescer e pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar… 
O que é mais: amar ou ser amado? 
Amar significa tudo aquilo que todo mundo deve.
Ser amado significa tudo aquilo que todo mundo deseja
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais
E sempre importa saber que; Ninguém pode querer amar
sem se esquecer, e ninguém pode querer ser
amado sem se lembrar de todos 
O que é mais: Abrir a porta ou abrir o coração?
Quem abre a porta mostra que vai receber alguém
Quem abre o coração quer que ninguém fique fora. 
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais. 
E sempre importa saber que: Abrir a porta é o modo mais 
delicado de ser bom e abrir o coração é o modo divino de amar… 
O que é mais: Ir á lua ou ficar na terra?
Quem vai á lua vê mais um tanto de tudo que Deus fez.
Quem fica na terra vê mais um tanto do que o homem pode.
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais. 
E sempre importa saber que: 
Quem vai à lua deve voltar à terra, e quem fica na terra deve ir aos outros… 
O que é mais: Dar ou estender as mãos?
Quem dá mostra que se despoja de alguma coisa.
Quem estende as mãos mostra que quer alcançar alguém 
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais. 
E sempre importa saber que:
Dar é um gesto de bondade, e estender as mãos 
É um gesto de bondade que sublima… 
O que é mais; Levar rosas ou enxugar lágrimas?
Quem leva rosas mostra que se lembrou de alguém na felicidade.
Quem enxuga lágrimas mostra que não esqueceu de alguém na infelicidade. 
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais.
E sempre importa saber que: 
Levar rosas é um gesto de amor que todo mundo faz,
e enxugar lágrimas é um gesto que só o amor faz a todo mundo!

Anúncios

Read Full Post »

Feliz dia das Mães..

…para todas as mães, mas em especial, para minha mamãe!!!

Read Full Post »

Pensativa…

A gente vai ganhando maturidade ao longo da vida até chegar um momento que a gente aprende o que é amar diferente o outro…

Diferente porque tem o amor de filha, de irmã, de prima, de neta, de sobrinha, de amiga… mas essa coisa de amar outra pessoa com o sentimento de querer estar para sempre ao lado dessa pessoa… nem sei como isso se chama… já que conjugal não pode ser, sou apenas amiga…

Mas aquela amiga que conhece os defeitos e mesmo assim sorri… que sente saudade e mesmo assim continua sorrindo… tenta medir a distância com fita métrica, não dá conta… e mesmo assim, olha pro céu estrelado e continua sorrindo…

Se vai passar disso, só Deus sabe… se passar será maravilhoso poder olhar pra tudo isso e pensar: Deus foi bondoso para comigo, o meu amigo agora é também o meu cabeça. Se não passar disso, ficará aquele sorriso estampado no rosto desse sentimento terno que há no coração e a certeza de que… Deus continuou sendo bondoso para comigo, me deu um amigo pra vida toda.

(colorido porque a minha vida anda colorida ultimamente!!!)

Read Full Post »

Olá… cá estou eu com meus botões, rsrsrsrs! Hoje eu vou falar em um post mais metafórico, digamos assim.

Sábado eu estava lavando frutas e verduras da feira semanal que meu pai faz lá pra casa (sim, na minha família há tradição em que o homem faz a feira do mercado e feira livre. O objetivo? Economizar! Algumas mulheres costumam gastar mais com supérfluo) e, quando estava lavando os abacaxis, lembrei-me de algumas coisas da infância.

Quando eu tinha uns 8 ou 9 anos que ia lavar as frutas, eu sempre deixava os abacaxis pra mamãe. Aqueles espinhos espetavam e doíam nos meus dedos, que na época eram delicados (diferente da mão de hoje, envelhecida com a idade, rsrsrs).

Eu achava minha mãe uma heroína! Como ela conseguia pegar nos abacaxis pra lavar sem se machucar? Até que um dia recebi a tão sonhada explicação dela: se você pegar de leve, os espinhos vão te ferir, se de forma grosseira, não te machuca. Aí eu descobri que era fácil virar heroína de abacaxis, hahahaha!

Imagino que você esteja pensando: “Anninha ta louca! Que há de metafórico nisso?!”. Simples assim (parece q eu sou viciada nessa expressão ‘simples assim’): comparemos os espinhos às dificuldades da nossa vida. Se elas forem analisadas apenas em sua superfície, de leve, pouco proveito podemos obter ao final de cada situação que vivenciamos.

Porém, se enfrentamos os obstáculos (espinhos e casca), colheremos grandes lições, além de plena satisfação (uma saborosa fruta, dulcíssima), pois teremos visto claramente o que Jesus afirmou em João 16.33: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

Read Full Post »

Sempre vejo

Sempre vejo…
…o sorriso da criança
…o abraço do jovem
…o afago do idoso
Sempre vejo…
…o carinho da criança
…a coragem do jovem
…a cumplicidade do idoso
Sempre vejo…
…a vida a começar
…a vida acontecer
…a vida a terminar
Mas…
…você sorrir pra mim
…você me abraçar
…você me afagar
…eu nunca vejo
Mas…
…você me dar carinho
…você me encorajar
…você ser meu cúmplice
…eu nunca vejo
Comecemos a vida
Deixemos acontecer naturalmente
E terminaremos em delícias de felicidade.
Amo-te!!!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: