Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \19\UTC 2010

Rsrsrs… acho que todos deram boas risadas ao assistir esse vídeo do Balão Vermelho, hein? Eu o assisti a um bom tempo atrás, mas um dos preletores (Leonardo Sahium) da Conferência Fiel Jovens 2010 levou-o para introduzir um de seus sermões e eu ri novamente, como se tivesse assistindo pela primeira vez. Foi interessante!

O foco que o Pr. Leonardo Sahium deu ao vídeo foi com respeito a nossa vida no mundo. Isto é, jovens estão no tempo de cursarem a Universidade e o bombardeiro de falsos ensinamentos lá dentro é muito grande! A começar pela idéia absurda de que não existe verdade absoluta, tudo é relativo. O cristão não pode aderir este conceito, mas tem de perseverar na Verdade, que é Jesus Cristo, e Ele é absoluto.

Mas hoje, com este mesmo vídeo eu queria focar o tema “FÉ”, lembrando da frase final do sermão do Pr. Leonardo: “O balão é vermelho, quer você queira, quer não”.

A fé é assim, a fé é a capacidade de crer nas coisas que se esperam e que não se vêem, como podemos ver em Hebreus 11.1. O grande problema dos seres humanos hoje é a falta de fé, falta de perseverança em Deus.

É preciso ter fé para acreditar que Jesus está voltando, para constituir família neste mundo, para entender que dias melhores virão. Vejo muitas pessoas que não acreditam que Deus suprirá a necessidade de suas famílias se elas forem grandes em número de pessoas ou se for um dizimista fiel; outros não são capazes de crer que Deus pode fazer sadio aquele que está em doença terminal; outros não entendem que Deus é infinitamente grande e poderoso para fazer infinitamente muito mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos… (Ele faz como lhe apraz) enfim, muitas são as descrenças, mas, sem dúvidas, a pior delas é quando se duvida de coisas óbvias nas Escrituras só porque vai de encontro com seu modo de viver.

Como cristãos redimidos, precisamos assumir uma postura humilde diante de Deus para acatar a doutrina Bíblica sem discussões prolongadas. Se é assim que Deus quer que façamos, então não há como mudar. Deus é imutável e os seus desígnios são os mesmos ontem, hoje e para todo sempre. Não há como discutir com Deus se o balão é vermelho ou não, Ele vai continuar exigindo de nós obediência à Sua vontade, quer queiramos, quer não.

Peça fé a Deus. Fé crescente para fazer a vontade dEle com prazer, pois “de fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11.6).

Read Full Post »

Jovens Fortes

Nos dias 03 a 06 de junho, estive na 8ª Conferência Fiel Jovens, Atibaia – SP. O tema (Jovens Fortes) chamou bastante atenção por ser um pouco esquecido pela maioria esmagadora das igrejas cristãs. Até mesmo aquelas que são comprometidas com a doutrina dos apóstolos.

Tivemos três pastores na condução da pregação da Palavra: John Crotts, Leonardo Sahium e Sillas Campos. Todos se preocuparam de forma cuidadosa em levar a pregação genuína para os 315 jovens presentes ali. Gostaria de tecer algumas coisas importantes que cada um falou em suas mensagens. Eis uma pequena síntese dos ensinamentos aprendidos por mim, ali:

O Pr. John Crotts iniciou o congresso mostrando a importância de sermos jovens piedosos, zelosos na prática da sua Palavra. Uma vida de piedade requer santidade no exterior por meio da fala e do proceder e santidade no interior, a partir do amor, da fé e da pureza. Neste sermão, o texto base foi em 1 Timóteo 4.12.

Sua segunda mensagem discorreu sobre as tribulações que os jovens enfrentam nessa fase da vida. Lemos Isaías 40.27-31 e vimos que o nosso pensamento sobre Deus, afeta a maneira como reagimos diante das pregações que são proferidas pela Igreja. Neste sentido, há uma importância singular em pensarmos constantemente sobre Deus e sua grandeza. Contudo, mesmo sendo um Deus grandioso e infinitamente maior que todas as Criaturas, o sermão proferido lembrou-nos que os que têm fé em Deus, nunca vão perder as suas forças nas tribulações, porque Deus a dá para que não nos cansemos e nem fatiguemos, mas que esperemos confiantemente pelo Senhor.

Seu último sermão na conferência discorreu sobre sexualidade (1 Tessalonicenses 4.1-8), mostrando que Deus fez o sexo para o casamento e que qualquer contato físico que sugira ou termine num ato sexual é pecado, quando realizado fora do âmbito do casamento. Vimos que quando jovens buscam prazeres sexuais fora do casamento, não estão agindo pelo amor, mas pela necessidade de satisfazer seu próprio desejo, e, de forma egoísta, usando o outro. Já no casamento, a união sexual é belo e criado por Deus, onde marido e mulher, sem egoísmos e de forma altruísta, satisfazem um ao outro.

Seu último sermão foi alvo de mais questionamentos no momento de perguntas e respostas e o Pr. John fez questão de mostrar que há coisas na vida cujas respostas não estão na bíblia, como por exemplo, se devemos usar uma camisa azul ou branca, mas que, quando fazemos perguntas cujas respostas estão na Bíblia, somos obrigados a obedecê-la. A Bíblia é suficiente e autoridade máxima. Devemos, portanto, obedecê-la sem muitos questionamentos, ainda que seja contra o nosso desejo.

O Pr. Leonardo Sahium também ministrou três sermões. O primeiro deles foi baseado em  1 Timóteo 4.16 e 1 Timóteo 6.1-5, onde foi explanado que as filosofias do mundo são contrárias às filosofias da Palavra de Deus, isto é, a agenda do mundo esconde o que é básico na nossa vida: a sã doutrina. Por exemplo, o namoro do mundo é o consumo de uma outra pessoa, o namoro cristão é a conquista do coração. Não é a casca que vale, mas o interior. Para que possamos combater essas filosofias contrárias, precisamos exercitar uma vida de piedade. Mas a piedade é vista no mundo como ultrapassada, impedindo uma vida social ou até mesmo uma pressão religiosa. No entanto, a Palavra de Deus ensina que a piedade é: devoção, contentamento e felicidade. Quem vive na piedade, entendeu o ensino de Jesus, pois a piedade é a manifestação da doutrina que Ele ensinou.

Ainda discorrendo sobre as novas tendências teóricas do mundo que insistem em banir o cristianismo da Terra, o segundo sermão do Pr. Leonardo trouxe uma reflexão baseada em 1 Timóteo 6.11-16, mostrando que jovens fortes fogem do mundo, seguem a Cristo, tomam posse da vida eterna (vivendo de modo coerente com a profissão de fé) e guarda a Lei do Senhor. Numa reflexão final do sermão, vimos que “não importa o que os homens pensam sobre você, o que importa é o que Cristo pensa sobre você” (John Stott).

Por fim, o seu último sermão baseado em Tito 2.11-15 lembrou que vivemos em três principais áreas: família, mundo e igreja. Em todas essas áreas citadas e nas demais, devemos manifestar o evangelho da graça e da glória de Deus. Que o povo escolhido para ser exclusivamente de Deus é zeloso de boas obras e que jovens fortes são pessoas que vão fazer a diferença no mundo por meio de suas obras

O Pr. Sillas trouxe mais três sermões baseados em fortaleza, isto é, devemos ser: (a) fortes no Espírito; (b) fortes na Palavra e; (c) fortes na santidade.

Muito melhor que ser ‘sarado’, ‘musculoso’, é ser FORTE NO ESPÍRITO. A plenitude do Espírito não é emocionalismo ou ‘batismo’ com Espírito Santo, como muitas igrejas pregam aí afora. A plenitude do Espírito é encher-se da Palavra de Deus. Para ser fortes no Espírito é preciso que aja quebrantamento. A plenitude do Espírito é alcançada quando: (1) conhecemos a Palavra; (2) abrimos mão do pecado e; (3) abraçamos a justiça (Efésios 5.19-21).

Já com respeito a sermos fortes na Palavra (Efésios 6.17), vimos que em momentos difíceis, o Espírito Santo usa a Palavra para nos orientar, confortar, exortar… Aqueles que meditam na Palavra são edificados por ela, continuamente. O maior exemplo que temos é o de Jesus Cristo: ao ser tentado por Satanás, ele combateu com a Palavra de Deus, que estava em seu coração, Ele estava munido do capacete da salvação e a espada do Espírito.

Por fim, o Pr. Sillas mostrou a importância de sermos fortes na santidade. Falou-nos do pecado e que devemos parar de achar normal nossos comportamentos que são contrários à Palavra e aprendermos a considerá-lo um pecado, realmente. Quando pecamos, ferimos a glória de Deus. Nunca devemos permitir que nenhum pensamento entre em nossa mente sem, antes, consultarmos Jesus Cristo. Ao invés de pensarmos no ‘prazer’ do pecado, precisamos focar nossa mente nas terríveis conseqüências que o pecado traz para nós mesmos e para nosso próximo.

A última mensagem da conferência nos aconselhou que na hora da tentação lembremos do sacrifício de Jesus Cristo na cruz pelos nossos pecados e então, demonstremos que somos jovens fortes.

Os três dias foram refrigério para todos os jovens que estiveram ali. Com aqueles que tive oportunidade de conversar, verifiquei que o pensamento era comum a todos e abrangia duas coisas importantes: (1) “esses sermões foram feitos pra mim” e (2) “Deus nos dê forças para que não nos esqueçamos de nada que aprendemos aqui e cumpramos à risca”.

A comunhão foi maravilhosa, nos momentos de oração, de louvor, de atenção à pregação da Palavra e de lazer. O Senhor se mostrou bondoso para conosco. Não houve jovem que tenha saído dali sem nada no coração. Todos fomos profundamente impactos pelos ensinamentos da Palavra, quebrantados e chamados a uma vida de transformação que seja coerente com o querer de Deus e com a convicção de sermos jovens fortes.


Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: